O Google introduziu uma nova métrica chamada Interação para a Próxima Renderização (INP), que substituirá o Atraso da Primeira Entrada (FID), no relatório de Core Web Vitals do Search Console. 

Porém, desta vez, o Google está dando um prazo generoso até março de 2024 para que os profissionais de marketing otimizem seus sites e se adaptem a essa nova mudança.

O que é a Interação para a Próxima Renderização (INP)?

A INP é uma métrica que faz parte do relatório de Core Web Vitals do Google Search Console. Desempenhando um papel crucial na avaliação da experiência do usuário em uma página, ela mede o tempo que leva entre as interações realizadas por ele e identifica a interação que leva mais tempo para ocorrer.

Valores de referência para o INP:

  • Bom: abaixo de 200 milissegundos;
  • Precisa de melhoria: entre 200 e 500 milissegundos;
  • Ruim: acima de 500 milissegundos;

Segundo o Google, um site com um INP baixo consegue responder rapidamente a todas ou à maioria das interações do usuário, proporcionando uma experiência mais positiva. Além disso, um desempenho sólido nas métricas do Core Web Vitals pode ter um impacto significativo no posicionamento do site nos resultados de busca.

Os Core Web Vitals e a mudança do FID para o INP

Os Core Web Vitals são um conjunto de métricas que englobam a INP, juntamente com outras duas métricas principais: o Largest Contentful Paint (LCP) – que mede o desempenho de carregamento da página – e o Cumulative Layout Shift (CLS) – que avalia a estabilidade visual da página -. No entanto, o Google decidiu substituir o FID pelo INP devido às limitações do FID.

Isso, porque o FID mede apenas a capacidade de resposta da primeira interação do usuário com a página, podendo não ser totalmente representativo das interações ao longo do tempo. Com a introdução do INP, é possível medir e analisar todas as interações do usuário, fornecendo uma visão mais abrangente da experiência do usuário.

Otimizando seu site para o INP

Se você deseja otimizar seu site para obter um bom desempenho no INP, aqui estão algumas práticas recomendadas pelo Google:

#1. Utilize ferramentas de teste e análise para identificar quais interações estão levando mais tempo em seu site.

#2. Analise os resultados dos testes e identifique os pontos problemáticos que estão causando a lentidão nas interações. Faça as correções necessárias para melhorar o desempenho.

#3. Examine retornos de chamada dos eventos do site e descubra possíveis problemas ou atrasos. Faça ajustes para melhorar a velocidade de resposta.

#4. Otimize a renderização de elementos visuais em sua página, garantindo que os elementos sejam exibidos rapidamente, proporcionando uma experiência mais fluida para o usuário.

Para que serve a nova métrica?

A introdução da métrica INP pelo Google mostra o quanto é importante oferecer uma experiência do usuário excelente, principalmente em termos de interação e desempenho do site. Portanto, é essencial entender sobre a relevância dos Core Web Vitals e implementar práticas recomendadas na otimização dos sites. 

Lembre-se de que o prazo para essa otimização é até março de 2024. Por isso, comece o planejamento e as ações o mais cedo possível para garantir uma experiência aprimorada aos seus visitantes e melhorar a posição do seu site nos resultados de busca. 

Mantenha-se atualizado sobre as melhores práticas de marketing digital para alcançar resultados excepcionais para sua marca, para isso, conte com a TecnoContent! 

Fale conosco [botão com o wpp (12) 98194-1472]

Fale conosco

Nem só de processos criativos vive o marketing. É preciso mensurar e analisar dados para que sejam adotadas as melhores estratégicas visando o crescimento da sua empresa e é aí que entra o marketing analytics.

E para entender o que é e quais os benefícios que ele pode trazer para o seu negócio, confira este nosso novo artigo. Boa leitura e boas vendas!

O que é o marketing analytics

Marketing analytics, como o próprio nome já diz, é a área analítica do marketing. Ou seja, é uma área especializada responsável por avaliar o sucesso das campanhas de marketing e assim, traçar estratégias mais precisas.

Ele está diretamente relacionado ao crescimento explosivo de dados no mundo digital (big data). Como se sabe, atualmente, temos uma infinidade de dados à nossa disposição, já que quase tudo pode ser rastreado virtualmente.

O marketing analytics acessa informações sobre desempenho, mercado, consumidores e concorrentes, reunindo e consolidando os dados existentes em diversos canais.

Dessa forma, fica muito mais fácil estimar os resultados e vislumbrar o caminho certo para a empresa.

A importância do Marketing Analytics

O marketing analytics é fundamental para levar seus esforços de marketing adiante. Afinal, apenas obter os dados de desempenho de nada servem se você não souber o que fazer com eles.

As muitas tecnologias existentes não conversam uma com as outras e o resultado é uma mistura de informações desconectadas e isso faz com que os profissionais de marketing acabem tomando decisões baseadas em dados de canais individuais. No entanto, essa não é uma prática eficiente, uma vez que não dá uma visão geral do mercado.

Porém o marketing analytics considera todos as informações e cria uma relação entre elas ao combinar os dados de todos os canais da empresa. Dessa forma, é possível tomar decisões mais assertivas.

Como funciona o marketing analytics

O marketing analytics não se resume em analisar os dados, para que isso aconteça existem três etapas anteriores que são fundamentais, quais sejam:

1. Rastrear dados

Rastrear todos os dados gerados pelos seus canais de marketing é o primeiro passo do marketing analytics.

É preciso rastrear os dados das interações dos consumidores em canais como site, redes sociais, aplicativos e mídias pagas, para entender como eles estão reagindo às suas estratégias.

Para fazer esse rastreamento será preciso utilizar parâmetros de acompanhamento nas URLs e instalar códigos no seu site.

2. Coletar dados

Com o rastreamento, você consegue acessar várias informações sobre o desempenho das suas estratégias de marketing. Depois, em uma ferramenta ou uma planilha, você vai coletar os dados que precisa para fazer a análise.

Porém, a coleta dos dados deve ser orientada por métricas relacionadas aos objetivos estratégicos.

São exemplos de métricas que você pode acompanhar:

  • Número de sessões e de visitantes no seu site;
  • Duração média da sessão;
  • Origens de tráfego, taxa de rejeição e taxa de conversão.
  • Tráfego orgânico e conversão orgânica;
  • Posição na SERP;
  • Taxa de cliques (CTR);
  • Custo por clique (CPC), por mil impressões (CPM), por lead (CPL) e por aquisição (CPA);
  • Taxa de abertura dos e-mails;
  • Retorno sobre investimento (ROI);
  • Custo de aquisição de clientes (CAC).

3. Visualizar dados

Depois de rastrear e coletar os dados, eles precisam ser visualizados para que seja feita a análise. E essa visualização é feita por meio de gráficos, tabelas, mapas e outros recursos, que são reunidos em painéis de desempenho.

A visualização de dados serve para que o responsável pela análise possa tratar os dados para perceber padrões e tendências.

Benefícios do marketing analytics para o seu negócio

Agora que você já sabe o que é o marketing analytics e sua importância, veja abaixo alguns dos seus principais benefícios para o seu negócio.

  • Monitorar o desempenho do marketing e assim otimizar as estratégias para ter melhores resultados e alcançar os objetivos;
  • Mensurar o retorno sobre os investimentos (ROI) das estratégias adotadas, especialmente no marketing digital;
  • Manter a equipe alinhada aos objetivos do negócio;
  • Conhecer melhor o consumidor, uma vez que você pode coletar dados sobre o perfil do público em diferentes canais, sobre como as pessoas se comportam no seu site e como reagem às suas estratégias;
  • Monitorar os concorrentes e descobrir o que eles estão fazendo;
  • Tomar melhores decisões e criar melhores estratégias para alcançar seus objetivos.
  • Identificar padrões e tendências e com isso preparar a empresa para os riscos e oportunidades futuras.

Conte com a ajuda de quem entende de marketing analytics

Gostou de ter conhecido como o marketing analytics pode melhorar a performance do seu negócio? Mas saiba que é importante a contratação de uma agência especializada em marketing analytics, só assim você terá a certeza que o trabalho será feito de forma planejada e estratégica, visando atingir os melhores resultados para a sua empresa.

E aqui, na Tecno Content, podemos montar um plano de ação para o seu negócio. Venha conversar com a gente! 

Temos um time altamente capacitado para:

  • Integrar todas as suas ferramentas, garantindo assim um funil de vendas totalmente automatizado;
  • Fazer a gestão de campanhas de tráfego pago de forma inteligente, usando as ferramentas Facebook Ads e Google Ads;
  • Analisar de forma detalhada as métricas de seu negócio e acompanhar seu crescimento com total transparência.

Conte com a gente! E para ficar ainda mais por dentro de assuntos relacionados ao Marketing Digital, continue acompanhando nosso blog, temos sempre novidades por aqui.

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.CONTINUAR E FECHAR